A tecnologia Open Source é uma das mais flexíveis, escaláveis e inovadoras do mercado de TI. Isso se dá por tratar-se de uma comunidade pluralista e colaborativa, que juntam suas habilidades e valores para desenvolverem diversos projetos. Por isso, existem diversas tendências e inovações surgindo atualmente no meio Open Source. Abaixo, reunimos as principais que você deveria se atentar, algumas das quais Chris Ferris, CTO de Tecnologias Abertas da IBM, apontou como importantes. Confira!

1. Empreendimento Open Source devem investir em UX É comum que empresas de código aberto direcionem os seus esforços para competir com provedores de computação em nuvem. Uma tendência entre esses esforços é investir mais fortemente na experiência do usuário. O Customer Experience (CX) vem se tornando cada vez mais comum no mercado por mostrar-se eficiente na fidelização de clientes e estratégico diante à concorrência.

2. Softwares deverão se adequar aos usos de negócios Uma das grandes vantagens do open source é a flexibilidade e compatibilidade. Por isso, uma das tendências é que cada vez mais negócios adotem softwares de códigos abertos em detrimento de plataformas inflexíveis. Dessa forma, empresas não terão de se adaptar à softwares pois terão a possibilidade de escolher o sistema operacional que melhor contribua para seu trabalho, além de se integrar ao mesmo.

3. Softwares serão encorajados a adotar uma camada fundamental de código aberto O código aberto será cada vez mais fundamental em aplicativos de software. Isso porque os empreendimentos estarão mais propensos em investir em uma camada de experiência do usuário e em outra camada de base open source colaborativa e livremente modificável. O motivo desse incentivo é o cenário de parceria e cooperação que vem se alastrando em todos os meios. Por isso, empresas estão cada vez mais encorajadas a utilizar modelos de colaboração visando um proveito comercial mais vantajoso.

4. Maior controle sobre os dados com Open Source Open Em um cenário conturbado de privacidade de dados como o atual, tecnologias open source estão se tornando uma tendência. Ao tratar-se de plataformas de código aberto, os usuários possuem maior controle sobre os seus dados e melhor conhecimento de como eles estão sendo usados. Além disso, a preocupação com o consentimento de uso dos dados é reduzida pois, por ser uma tecnologia baseada em nuvem, todas as informações compartilhadas são concedidas pelos próprios consumidores.

5. Containers e micro serviços menores e mais rápidos Projetos de open source como Istio, Kubernetes e OKD podem abrir caminho para serviços e containers menores e mais rápidos. Esse foco pode vir para suprir necessidades de desenvolvimento nativo na nuvem e diminuir ataques em containers. Além disso, unikernels (imagens executáveis que têm bibliotecas de sistema) também podem vir a ser cada vez mais populares devido aos grupos de open source que os cercam.

6. Cargas de trabalho serverless instantâneas Os desafios de tornar plataformas serverless mais rápidas continuará a ser uma inovação cada vez maior. O grande objetivo é tornar as cargas de trabalho serverless instantâneas, e com as inovações de projetos de código aberto, acredita-se que essa meta poderá ser cumprida em breve.

7. Novos usos para as capacidades de rastreamento de blockchain A tecnologia de blockchain foi muito útil e amplamente utilizada nas criptomoedas. Porém, essa é uma inovação que ainda pode ser imensamente explorada, e essa é a tendência para os próximos anos. Inovações feitas como código abertos estão abrindo caminho para que as capacidades de rastreamento de blockchain tenham novos usos, como por exemplo no gerenciamento de identidade, nas cadeias de suprimento, na gestão de ativos, entre outros.

8. Processadores quânticos disponíveis para desenvolvedores A computação quântica é uma promessa empolgante que poderá revolucionar diversas áreas como química, inteligência artificial, finanças, entre outros. Apesar de ainda não ser uma realidade, a tendência é se preparar cada vez mais para capacitar desenvolvedores à utilizar processadores quânticos. Um exemplo de como essa inovação já está dando os primeiros pontapés é o software de código aberto da IBM, o Qiskit, que permite desenvolvedores a programar em Python utilizando hardware quântico real.

9. Inteligência Artificial confiável A Inteligência Artificial é uma inovação já amplamente utilizada e que vem avançando cada vez mais. Porém, atualmente viu-se a necessidade não só de melhorar as tecnologias em volta do IA mas também de tornar mais confiável os sistemas inteligentes. O código aberto pode ser um caminho para aumentar a confiabilidade da Inteligência Artificial , como já mostraram os projetos Adversarial Robustness 360 Toolkit, AI Fairness 360 Open Source Toolkit e AI Explainability 360 Toolkit. Curtiu as dicas sobre inovação e tendências? É sempre importante ficar atento às mudanças do mercado, pois há muitas vagas de TI disponíveis a quem está atualizado sobre o seu próprio meio. Esperamos que você tenha gostado do conteúdo! Até a próxima, ClickA Online .

Previous Post Next Post